Logo_05

Tomar anticoncepcional engorda?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Certamente você já ouviu dizer que um dos principais efeitos colaterais do uso de anticoncepcionais é o ganho de peso. Talvez até conheça quem tenha deixado de tomar pílula por conta disso. Mas, afinal, tomar anticoncepcional engorda?

 

De acordo com a ciência, não há nada que comprove, até o momento, que uma coisa esteja ligada à outra. Ou seja, o anticoncepcional, na maioria das vezes, pode não ter relação direta com o ganho de peso.

 

Então, por que existem mulheres que juram de pés juntos que seu peso aumentou depois que passaram a usar o medicamento?

 

Desvendando a ideia de que anticoncepcional engorda

 

Uma possível explicação para a crença de que anticoncepcional engorda vem do fato de que as primeiras pílulas, lançadas nos anos 1960, continham doses muito altas de hormônios.

 

Como já falamos por aqui, existem diferentes tipos de pílulas anticoncepcionais orais. Algumas combinam estrogênio e progesterona e outras contém apenas progesterona (minipílulas).

 

Naquela época, a concentração desses hormônios sintéticos nas pílulas era 10 vezes maior que hoje. Sendo assim, os efeitos colaterais eram mais fortes, incluindo o aumento do apetite, ligado à progesterona.

 

Na atualidade, a maioria dos estudos mostra que não existe uma influência significativa dos anticoncepcionais em relação ao ganho de peso. No entanto, alguns estudos recentes, comparam alguns progestágenos e sugerem que alguns podem contribuir com o aumento de peso e outros, ao contrário, com a redução de peso.

 

A quantidade de hormônios nesses medicamentos é muito menor atualmente, o que atenua diversos efeitos colaterais. Por isso, não adianta tachar a pílula de vilã se você se alimenta mal, não faz exercícios físicos e não dorme o suficiente.

 

Não existe milagre: quando a gente coloca para dentro mais calorias do que consegue gastar, o resultado é a balança subindo. Infelizmente, para isso ainda não inventaram uma pílula.

 

O que a ciência diz a respeito

 

Recentemente, pesquisadores revisaram 49 estudos científicos que analisaram a relação entre anticoncepcionais e ganho de peso.

 

A conclusão foi a de que os contraceptivos, tanto os orais (pílula combinada e minipílula) quanto os injetáveis e o DIU, não interferiram de forma relevante no ganho de peso. Mesmo nos casos de mulheres que engordaram um ou dois quilos não ficou comprovada a “culpa” da pílula.

 

Além disso, sabe-se que ganhamos, em média, meio quilo por ano a partir do início da nossa vida adulta. É exatamente nessa época que a maioria das mulheres começa a usar a pílula.

 

Nesse sentido, é importante fazer uma autoavaliação sincerona antes de afirmar que anticoncepcional engorda. Seu ganho de peso já acontecia antes da pílula? Você tem tendência a engordar? Sua dieta é equilibrada?

 

Isso significa que o “potencial engordativo” dos anticoncepcionais está completamente descartado? Não. Porém, a ciência se baseia em fatos. A questão é que ainda não apareceram evidências consistentes que comprovem a teoria de que anticoncepcional engorda.

 

Tá, mas e o inchaço?

 

Deixando de lado o mito de que anticoncepcional engorda, agora podemos falar de um efeito colateral realmente vinculado à pílula.

 

Muitas mulheres que usam anticoncepcionais reclamam da sensação de inchaço nos seios, coxas e quadris, por exemplo.

 

De fato, dependendo do tipo da pílula, das características próprias de cada organismo e dos hábitos de vida, pode acontecer. Isso porque o estrogênio favorece a retenção de líquidos e contribui para o armazenamento de gordura pelo corpo. 

 

Sempre tire suas dúvidas com um ginecologista sobre os efeitos do medicamento e não escolha sua pílula anticoncepcional ao acaso ou por indicação de uma amiga, pois cada organismo é único.

 

Essa situação é mais comum nos três primeiros meses de uso da pílula, período em que outros efeitos colaterais costumam se manifestar. Afinal, o corpo precisa de um tempo para se acostumar a uma dosagem maior e mais contínua de hormônios femininos.

 

Depois desse prazo de adaptação a tendência é que seu organismo se acostume à pílula e a retenção de líquidos diminua ou desapareça.

 

Assim, o conselho dos ginecologistas é: não desencane da pílula antes de, pelo menos, seis meses de uso. Caso o ganho de peso continue após esse período, marque uma consulta com seu médico, pois talvez seja necessário alterar o tipo ou dosagem do anticoncepcional.

 

Essa dica, aliás, vale para qualquer outra situação em que você tenha dúvidas ou note algo diferente no seu corpo. Procurar a orientação do gineco é sempre a melhor alternativa para evitar problemas futuros e manter a saúde em dia.

 

Clicando aqui você pode marcar uma conversa com um ginecologista próximo da sua casa.

 

encontre ginecologista

 

Logo_Branco
Copyright 2021. Todos direitos reservados.                   Politica de Privacidade

Copyright 2021. Todos direitos reservados.

 

Politica de Privacidade

CONVERSA ONLINE
E GRATUITA COM GINECO

Passo a passo para ganhar sua consulta grátis:

1. Clique no botão abaixo para ser direcionada ao site da nossa parceira Amorsaude;
2. Escolha um(a) ginecologista no melhor horário para você;
3. Após clicar no horário, cadastre-se na Amorsaude;
4. Digite o voucher EAIROLOU e confirme o agendamento;

5. Pronto! É só aguardar as instruções de acesso por email e SMS para tirar todas as suas dúvidas com seu gineco!