Logo_05

Menstruação atrasada? Entenda o que pode estar acontecendo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Poucos dias de atraso menstrual ocorrem até mesmo em mulheres com ciclo regular. Porém, se a menstruação não desce por 3 meses seguidos, é preciso ficar atenta aos problemas que podem estar por trás disso e, se for o caso, procurar por ajuda profissional.

 

Menstruação atrasada não significa, necessariamente, gravidez. Mesmo que geralmente este seja o primeiro sinal para uma gestação, há outros motivos que podem fazer com que o fluxo não se mantenha dentro do dia esperado.

 

De modo geral, poucos dias de atraso menstrual ocorrem até mesmo em mulheres com ciclo regular, sem que haja a necessidade de recorrer a um médico.

 

No entanto, se a menstruação não descer por 3 meses seguidos (e a possibilidade de gravidez estiver excluída), é preciso ficar atenta ao que pode estar por trás desse atraso.

 

Se identificou? Saiba que você não está sozinha nessa!

 

A irregularidade do ciclo menstrual é uma das maiores reclamações nos consultórios médicos. Por isso, continue a leitura e saiba o que fazer se essa dúvida um dia surgir em seu caminho.

 

ginecologista

 

O que fazer em caso de menstruação atrasada ?

 

O primeiro passo é constatar se você teve relações sexuais nos últimos meses. Se sim, faça um teste rápido de gravidez (de farmácia). Se o resultado for negativo e mesmo assim tiver dúvida, faça um exame de sangue.

 

Uma gestação só está completamente descartada após a realização de, pelo menos, dois testes no mesmo mês, com sete dias de intervalo.

 

Se todos os testes deram negativo e você estiver com mais de 3 meses de atraso, recomenda-se consultar o médicoÉ ele quem vai identificar o que está acontecendo com o seu corpo e receitar o melhor caminho para que o seu fluxo menstrual volte à normalidade.

 

Principais causas do atraso menstrual

 

Há diversos fatores que podem contribuir com o atraso da menstruação, dentre eles, os mais comuns são:

 

1. Adolescência

 

Após a menarca (primeira menstruação) o organismo pode levar até cinco anos para se adaptar, uma vez que o sistema reprodutor ainda está em fase de amadurecimento. Portanto, atrasos nesse período são normais.

 

2. Estresse e ansiedade

 

O estresse pode influenciar a regulação hormonal, levando a alterações na menstruação. Inclusive, uma causa frequente para o agravamento desse quadro é a própria incerteza da existência (ou não) de uma gravidez, o que pode fazer com que essa situação seja intensificada.

 

3. Uso de anticoncepcional

 

O uso de anticoncepcional é um exemplo de um fator externo que pode contribuir para o atraso menstrual. Normalmente o medicamento pode levar até 6 meses (de dois a cinco ciclos) para sair do organismo e assim deixar que os hormônios do próprio corpo retomem o controle. Mas, tudo isso depende do organismo da mulher e da adaptação que terá sem a medicação.

 

4. Distúrbios alimentares

 

Algumas dietas muito restritivas podem levar a oscilações hormonais que causam alterações na menstruação. Por isso, comer pouco ou fazer exercício de forma excessiva pode ser outro fator que provoca o atraso do período menstrual.

 

Isso porque a redução da ingestão de nutrientes leva o organismo a aproveitar a pequena quantidade ainda restante. O que pode refletir em atrasos ou mesmo na ausência da menstruação.

 

5. Ovários policísticos

 

O nome pode parecer confuso, mas o conceito é simples. A síndrome dos ovários policísticos é uma condição de desequilíbrio hormonal, que pode se apresentar como ciclos menstruais irregulares, chegando a ausência de sangramento algumas vezes, além de altos níveis hormonais, como a testosterona e pequenos cistos nos ovários.

 

Esse distúrbio também pode causar espinhas, excesso de pelos faciais e corporais e mudanças de humor. Nesses casos, um especialista deve ser procurado para avaliar o melhor tratamento. E, dessa forma, evitar o desenvolvimento de diabetes, doenças cardiovasculares, câncer do endométrio e até mesmo a infertilidade.

 

Diagnóstico e tratamento

 

Além disso, outros sintomas também podem ser responsáveis por esse atraso. Por isso, fique atenta à sua saúde e conte com o acompanhamento de um ginecologista para uma melhor orientação neste processo. Ele poderá pedir exames, como o teste do progestogênio e a dosagem da prolactina, para identificar o motivo desse atraso e indicar o tratamento mais adequado.

 

Agende sua consulta com um ginecologista próximo da sua casa agora mesmo. Tire todas suas dúvidas sobre seu ciclo menstrual, métodos contraceptivos e muito mais.

 

consultar com ginecologista

 

Fontes: Ceferp, ISTO É, MedPrev, Melhor pra Mulher

Logo_Branco
Copyright 2021. Todos direitos reservados.                   Politica de Privacidade

Copyright 2021. Todos direitos reservados.

 

Politica de Privacidade

CONVERSA ONLINE
E GRATUITA COM GINECO

Passo a passo para ganhar sua consulta grátis:

1. Clique no botão abaixo para ser direcionada ao site da nossa parceira Amorsaude;
2. Escolha um(a) ginecologista no melhor horário para você;
3. Após clicar no horário, cadastre-se na Amorsaude;
4. Digite o voucher EAIROLOU e confirme o agendamento;

5. Pronto! É só aguardar as instruções de acesso por email e SMS para tirar todas as suas dúvidas com seu gineco!