Logo_05

O que é libido e como age no nosso corpo?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Se tem um assunto que está muito relacionado às mudanças hormonais da adolescência, esse, com certeza, é a libido. 

 

Também conhecida como apetite ou desejo sexual, essa reação é motivada por diversos fatores comportamentais, hormonais, cerebrais e sociais do indivíduo. 

 

De modo geral, a libido está presente em todos nós após o desenvolvimento dos órgãos genitais na adolescência e com as mudanças que ocorrem neste período. 

 

Mas a sua maneira de se manifestar é diferente para cada pessoa e pode causar reações distintas. Continue a leitura e entenda melhor sobre esse fenômeno e as consequências da libido. 

 

Entendendo a libido

 

A definição de libido está intimamente ligada ao aumento de pensamentos e fantasias sexuais, sendo assim, ela é vista como um impulso a uma experiência de prazer. 

 

Com toda essa carga correndo nas veias, é comum buscarmos a satisfação desse desejo, seja com o parceiro(a) ou sozinho, por meio da masturbação

 

A libido é uma sensação completamente natural, positiva e saudável para nosso corpo e mente. Contudo, se os fatores que interferem na libido não estiverem em equilíbrio, podemos ter alguns desconfortos em nossa vida. Por isso, vamos ver a seguir  a importância de manter esse equilíbrio!

 

A regra é o equilíbrio

 

Não há nível certo ou errado de libido. Enquanto algumas sentem o desejo pelo sexo todos os dias, outras podem fazer uma vez no mês ou ano… e está tudo bem. 

 

No entanto, quando esses desejos, vontades ou pensamentos estão exacerbados, eles são capazes de atrapalhar a nossa rotina, é sinal de que algo não vai bem.

 

Libido excessivamente alta

 

Ter libido e sentir atração por outras pessoas é completamente natural e saudável. Ela ajuda a reduzir os níveis de estresse, melhora os relacionamentos e faz bem ao corpo e à mente. 

 

Contudo, se a pessoa sente que a sua libido está alta e traz alguns incômodos para a sua vida, é importante procurar ajuda de um profissional especializado, que irá ajudá-la a entender o que está acontecendo com você.

 

É claro que só você pode identificar se a sua libido está alta demais e impactando sua vida. Os principais efeitos dela são: 

 

  • Impactar os relacionamentos e convívio social;
  • Tomar conta dos pensamentos, podendo atrapalhar nos estudos e trabalho;
  • Trazer o sentimento de vazio e insatisfação após o sexo; 
  • Fazer com que você a utilize como forma de combater a ansiedade ou depressão. 

 

Ao chegar nesse estágio é importante romper a timidez e buscar ajuda, seja com o psicólogo ou gineco, para não ser mais prejudicada. 

 

Libido baixa

 

Uma vez que o desejo sexual é particular de uma pessoa para outra, não há um critério que determine com exatidão quando ocorre uma baixa na libido. 

 

Porém, os sintomas mais comuns neste caso são: 

 

  • Pouca ou nenhuma fantasia sexual;
  • Perda de desejo por um parceiro;
  • Desinteresse pela masturbação;
  • Estresse ou preocupação com a falta de interesse em sexo.

 

Nas mulheres, em especial, a queda dos hormônios sexuais com a chegada da menopausa (entre 45 e 55 anos) é uma importante condição para essa reação.

 

Outros fatores que podem influenciar para baixar a libido são:

 

  • ter vergonha do próprio corpo; 
  • ter problemas com o parceiro ou parceira;
  • dificuldade em se relacionar com outras pessoas;
  • algumas alterações hormonais; 
  • complicações no trabalho ou escola. 

 

Principalmente na adolescência, esses são fatores bastante comuns. Mas precisamos dizer que é natural se conhecer melhor e se aceitar cada vez mais! 

 

Além disso, faz parte do processo de amadurecimento tocar o próprio corpo com a masturbação e explorar seu desejo sexual. Assim como é natural sentir atração por outras pessoas. Conversar com um ginecologista pode ajudá-la a entender melhor todas as mudanças pelas quais você . 

 

Como manter a libido alta

 

A adoção de alguns hábitos, tais como rotina de exercícios físicos, alimentação adequada e um sono de qualidade podem ser grandes aliados no controle da sua libido, mas nada substitui o acompanhamento profissional. 

 

Além disso, outra maneira de manter sua libido em dia é melhorando sua autoestima, procurando se sentir mais bonita, caprichando na escolha da roupa e nos cuidados pessoais. 

 

Tudo isso pode fazer parte da sua rotina de autocuidado, que é super importante para nosso emocional e para a forma como nos sentimos e nos relacionamos com outras pessoas. 

 

Falar sobre o desejo sexual ainda é tabu para muitas jovens, mas lembre-se que o papel da sua ginecologista é ajudar você a entender seu corpo e as mudanças pelas quais você está passando. Além de orientá-la da melhor maneira possível. 

 

Clique aqui e encontre o ginecologista mais próximo de você.

 

encontre ginecologista

 

Ficou curiosa e quer entender mais sobre esse assunto? Confira estes conteúdos sobre tesão, prazer feminino, masturbação e sex toys!

Logo_Branco
Copyright 2021. Todos direitos reservados.                   Politica de Privacidade

Copyright 2021. Todos direitos reservados.

 

Politica de Privacidade

CONVERSA ONLINE
E GRATUITA COM GINECO

Passo a passo para ganhar sua consulta grátis:

1. Clique no botão abaixo para ser direcionada ao site da nossa parceira Amorsaude;
2. Escolha um(a) ginecologista no melhor horário para você;
3. Após clicar no horário, cadastre-se na Amorsaude;
4. Digite o voucher EAIROLOU e confirme o agendamento;

5. Pronto! É só aguardar as instruções de acesso por email e SMS para tirar todas as suas dúvidas com seu gineco!