Logo_05

Tipos de métodos contraceptivos: quais são as diferenças?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Hormonais, não-hormonais, de barreira e comportamentais: entenda quais são os tipos de métodos contraceptivos e as principais diferenças entre eles. Vem que a gente te explica! 

 

Lembre-se também que consultar um ginecologista é essencial para descobrir qual contraceptivo é mais adequado para você e para sua rotina. 

 

Além disso, é preciso levar em conta que nem todos tipos de métodos contraceptivos apresentam a mesma eficácia ou segurança para evitar uma gravidez não planejada. Fique atenta!

 

Por isso, é importante se informar para você ser a protagonista da escolha sobre sua contracepção e de seu futuro. 

 

Tipos de métodos contraceptivos

 

Os tipos de métodos contraceptivos podem ser divididos em métodos comportamentais, de barreira, hormonais e não-hormonais. 

 

Com diferentes opções, você deve identificar qual é o tipo de método contraceptivo que melhor atende seu corpo e apresenta maior eficácia. É claro que sempre contando com a orientação de um ginecologista para realizar a sua escolha. 

 

Então venha saber mais sobre cada uma das classificações!

 

Hormonal

 

Os tipos de métodos contraceptivos hormonais, como o próprio nome indica, possuem hormônios em sua composição que impedem a gravidez. A eficácia desses métodos é bastante alta. Em média, superior a 90% quando utilizados corretamente.

 

As pílulas anticoncepcionais são exemplos clássicos de contraceptivos hormonais. Elas podem conter apenas progesterona em sua composição ou a combinação de estrogênio e progesterona. Você pode ver com mais detalhes aqui como funciona a pílula anticoncepcional

 

Outros exemplos de contraceptivos hormonais são: 

 

  • adesivo anticoncepcional;
  • anel vaginal;
  • SIU (sistema intrauterino) hormonal;
  • injeção anticoncepcional
  • pílula do dia seguinte (contraceptivo de emergência); 
  • implante homornal. 

 

Não-hormonal

 

Os métodos contraceptivos não-hormonais são aqueles que não possuem hormônio em sua composição ou utilizam uma abordagem diferente para realizar a contracepção e evitar a gravidez. 

 

O exemplo mais comum é DIU (dispositivo intrauterino) de cobre ou prata. O DIU é um dispositivo em formato de T inserido no interior do útero com objetivo de evitar gravidez. É preciso ter recomendação do ginecologista para utilizar o DIU e ele pode ser inserido apenas por um profissional da saúde. 

 

Outros exemplos de métodos não-hormonais são: a vasectomia (para homens ou mulheres trans), que consiste no corte do canal que liga os espermatozoides à vesícula seminal; e laqueadura (para mulheres ou homens trans), que é o corte das tubas uterinas. 

 

Nesses dois casos, são realizados pequenos procedimentos cirúrgicos com objetivo de evitar gravidez, mas para ambos é necessário uma decisão definitiva sobre a contracepção.

 

Métodos contraceptivos de barreira

 

Como o nome indica, os métodos contraceptivos de barreira evitam a contracepção através de uma barreira física no contato entre pênis e vagina, impedindo que espermatozoides cheguem até o útero. Seus exemplos são, então: diafragma, esponja, capuz cervical e preservativo masculino e feminino. 

 

A camisinha masculina é um dos tipos de métodos contraceptivos mais utilizados. A camisinha feminina, apesar de não tão popular, também oferece a mesma proteção. Além disso, os preservativos também protegem das infecções sexualmente transmissíveis

 

Comportamentais 

 

Os métodos contraceptivos comportamentais são aqueles que dependem apenas do comportamento das pessoas. Contudo, a sua eficácia é bem baixa e depende de uma série de fatores, por isso não são recomendados para a maioria dos casos.

 

São exemplos de métodos comportamentais o coito interrompido, a abstinência sexual, a tabelinha e o método do muco cervical. 

 

Fique ligada e tome uma atitude se você ainda utiliza apenas algum método comportamental como método contraceptivo para evitar uma gravidez. Ele pode falhar! 

 

Fale com um ginecologista o mais breve possível para encontrar um método contraceptivo confiável, seguro e que se adeque a seu corpo.

 

encontre ginecologista

 

Quer entender melhor a eficácia de cada um dos tipos de métodos contraceptivos? Então acesse este guia completo dos métodos contraceptivos agora mesmo. Vejo você lá!

Logo_Branco
Copyright 2021. Todos direitos reservados.                   Politica de Privacidade

Copyright 2021. Todos direitos reservados.

 

Politica de Privacidade

CONVERSA ONLINE
E GRATUITA COM GINECO

Passo a passo para ganhar sua consulta grátis:

1. Clique no botão abaixo para ser direcionada ao site da nossa parceira Amorsaude;
2. Escolha um(a) ginecologista no melhor horário para você;
3. Após clicar no horário, cadastre-se na Amorsaude;
4. Digite o voucher EAIROLOU e confirme o agendamento;

5. Pronto! É só aguardar as instruções de acesso por email e SMS para tirar todas as suas dúvidas com seu gineco!